A Farol Incubadora, representada pela gerente Lílian de Cássia Oliveira participou ontem (06) da Banca do Desafio de Aceleração e Incubação de Negócios de Impacto Social. A banca contou também com a presença de Gideão Claro, representante do Parque Tecnológico de Itaipu, Ruth de Mello, representante da PUC – Rio, Felipe Alves, representante da Artemisa e Aline Alvarenga, representante da Telefônica.

Este desafio faz parte da escolha das quatro incubadoras brasileiras que receberão um prêmio de R$10 mil cada para desenvolver seus programas de impacto social, além de mentoria dos associados do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE) e vouchers do Sebrae para os negócios de impacto apoiados por eles. Três das quatro incubadoras finalistas da Região Sudeste na 3ª edição do Desafio de Incubação e Aceleração de Impacto são mineiras. A incubadora do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia da UFJF (Critt UFJF), a Farol Incubadora de Empresas e a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Montes Claros (Inemontes) estão entre as 10 finalistas nacionais.

A 3ª edição do programa teve 40 inscrições, com representantes de 12 estados de quatro regiões do país. Na última etapa, as incubadoras apresentaram seus planos para um comitê que selecionaram as quatro melhores incubadoras: uma de cada região do país.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *